O atacante polonês Robert Lewandowski conquistou nesta quinta-feira (17) o prêmio Fifa The Best, de melhor jogador do mundo, em cerimônia virtual realizada pela Fifa. Ele deixou para trás na disputa o craque argentino Lionel Messi e o português Cristiano Ronaldo.

A cerimônia, promovida pela entidade máxima do futebol, prestou várias homenagens aos ex-jogadores Diego Maradona e Paolo Rossi, que faleceram no decorrer deste ano.

Melhores do mundo

A conquista do atacante do Bayern de Munique acontece após mais uma temporada repleta de gols e de conquistas. Para superar os badalados Messi e Cristiano Ronaldo, Lewandowski marcou 59 gols na última temporada (somando os tentos por seu clube e sua seleção), e foi peça fundamental em uma temporada perfeita da equipe de Munique, que culminou com a conquista da última edição da Liga dos Campeões.

Entre as mulheres a honraria coube à lateral Lucy Bronze (Manchester City), um dos destaques da seleção de seu país. Ela venceu na disputa a dinamarquesa Pernille Harder (Chelsea) e a francesa Wendie Renard (Lyon).

Prêmio Puskas

O prêmio do gol mais bonito da temporada foi para o sul-coreano Heung-min Son (Tottenham), que venceu a disputa graças a um golaço, no qual dá uma arrancada da defesa de sua equipe até a meta do Burnley. Ele disputava a honraria com o uruguaio Arrascaeta (Flamengo), que concorria graças a um gol de bicicleta contra o Ceará, e o uruguaio Luis Suárez (Atlético de Madrid), por gol marcado quando ainda estava no Barcelona.

Melhores técnicos

Entre os treinadores, o alemão Jürgen Klopp (Liverpool) foi escolhido como o melhor do mundo, após um grande trabalho à frente da equipe inglesa, que voltou a figurar entre as principais do mundo nas últimas temporadas. O técnico disputava a honraria com seu compatriota Hansi Flick (Bayern de Munique), atual detentor do título da Liga dos Campeões, e o argentino Marcelo Bielsa (Leeds United), reconhecido como uma referência para vários dos treinadores da atualidade.

Já no feminino, a vencedora foi a holandesa Sarina Wiegman, comandante da seleção feminina de seu país. Ela deixou para trás na disputa o francês Jean-Luc Vasseur (Lyon) e a inglesa Emma Hayes (Chelsea).

Goleiros

Na disputa pelos títulos de melhores goleiros da temporada, os prêmios ficaram com atletas que ajudaram suas equipes a conquistarem as últimas edições da Liga dos Campeões. A francesa Sarah Bouhaddi (Lyon) foi a vencedora entre as mulheres, superando a chilena Christiane Endler (PSG) e a norte-americana Alyssa Naeher (Chicago Red Stars).

Entre os homens a honraria coube ao alemão Manuel Neuer (Bayern de Munique), que impediu o bicampeonato do brasileiro Alisson (Liverpool) e uma vitória do esloveno Jan Oblak (Atlético de Madrid). Apesar da derrota nesta categoria, o brasileiro ficou dentro da seleção da temporada, que conta com outro brasileiro, Thiago Alcântara (Bayern de Munique), que é naturalizada espanhol.

Conquista brasileira

A única conquista do Brasil na edição deste ano do prêmio veio graças a um torcedor do Sport, Marivaldo da Silva. Ele levou para casa o Fifa Fan Award por causa de história. Para acompanhar os jogos de sua equipe ao vivo, ele caminha 60 km (por mais de 12 horas) entre a cidade de Pombos e Recife.





Fonte

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here