A cantora pop Mariah Carey está lançando um livro em que narra como seu encontro com Deus salvou sua vida, um tema que a artista nunca havia abordado de maneira relevante perante o público.

Mariah Carey, 50 anos, alcançou o estrelato em 1990, quando lançou seu primeiro álbum. Nesse meio tempo, ganhou premiações e até recordes no Guinnes Book, virou notícia por sua vida pessoal em sites de celebridades, mas mantinha sua espiritualidade no âmbito privado.

Agora, está lançando um livro chamado The Meaning of Mariah Carey (“o significado de Mariah Carey”, em tradução do inglês), em que relata seu encontro com o Espírito Santo e como Deus salvou sua vida.

Conforme informações do portal GodTV, Mariah Carey diz que o despertar de sua fé e o relacionamento diário com Deus ocorreu ainda na juventude, mas sua carreira como cantora e a fama colocaram esse aspecto de sua vida em risco.

Enfatizando que foi Deus quem salvou sua vida em diversas situações, a artista pontua que a “graça de Deus” também foi indispensável durante sua infância, quando enfrentou adversidades. Ela contou que, em 1993, lançou uma música intitulada Anytime You need a Friend, que trazia um resumo de seu relacionamento com Deus.

“Escrevi essa música pensando no que Deus nos diria em tempos de medo”, comentou a cantora.

Salvação

Um dos problemas da vida adulta que mais ocuparam manchetes nos veículos dedicados à vida de celebridades foi o primeiro divórcio de Mariah Carey. Nesse período turbulento, um amigo que a acompanhava nas turnês como backing vocal a apresentou a uma igreja para que ela ouvisse a Palavra de Deus.

“Depois que estive quebrantada, recebi uma bênção. Os problemas e traumas que suportei não foram apenas emocionais, mas também espirituais, mas também procurei curar minha alma. Eu sabia que tinha que reviver e renovar meu relacionamento com Deus”, declarou. “Sou eternamente grata por ter conhecido meu pastor, o bispo Clarence Keaton, naquele momento”, acrescentou a artista.

Classificando a comunidade da igreja como uma “família”, Mariah Carey atribuiu aos irmãos na fé um grande papel em seu amadurecimento espiritual: “No meio de uma violenta tempestade, muito jovem, tive um vislumbre da visão de Deus para mim e quando criança despertei para o meu sonho. Eu acreditava com todo o meu ser no que eu deveria fazer e quem eu deveria ser, muito antes de qualquer outra pessoa, e manter essa crença exigia tudo o que eu tinha”.

“Ao longo do caminho, recebi sinais de esperança, mas principalmente enfrentei o caos e a calamidade, tristezas e traições para me descarrilar, alguns quase me mataram ou pior, quase mataram meu espírito”, relembrou a cantora, que também citou a passagem de Mateus 17:20: “’Pois eu lhe asseguro que, se você tiver uma fé do tamanho de um grão de mostarda, dirá a esta montanha: Mova-se daqui para lá, e ela se moverá, nada será impossível para você’ […] No final, e no início, é tudo uma questão de fé para mim. Eu não posso definir isso, mas isso me definiu”.





Gospel Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here