A perseguição religiosa aos cristãos, promovidas por outros grupos religiosos, não envolve apenas radicais islâmicos, mas também hindus. Ataques têm ocorrido com frequência no país onde a maioria segue o hinduísmo como religião tradicional.

O hinduísmo é uma religião que acredita em mais de 300 milhões de deuses e na evolução da alma, mas é devido ao surgimento de partidos ultranacionalistas que a perseguição religiosa aos cristãos tem sido intensificada nos últimos anos.

Grupos como o Rashtriya Swayamsevak Sangh, ou simplesmente “RSS”, pregam a “pureza” da Índia, alegando que influências consideradas estrangeiras devem ser eliminadas. Neste caso, o cristianismo, apesar de ser uma religião presente no país há milênios, também é visto como uma “invasão”.

Com isso, líderes cristãos como o pastor Jayapaul se tornam alvos de discriminação, intolerância e violência devido aos radicais hindus. A igreja do pastor, por exemplo, foi destruída por uma retroescavadeira em agosto passado.

Jayapaul e a sua esposa, após a destruição do templo, também foram brutalmente espancados, segundo informações do God Reports.

“Em 25 de agosto, ele e sua igreja começaram a construir seriamente o segundo prédio da igreja, o que irritou os líderes hindus. Em 26 de agosto, quase meia-noite, o RSS apareceu em sua casa com uma retroescavadeira”, informa o editorial.

O pastor e a sua esposa, contudo, se recusaram a sair do templo, a fim de tentar convencer os radicais hindus a desistir da intolerância, mas isso acabou piorando a situação, porque eles mesmos foram alvos de violência.

Os radicais foram atacar Jayapaul e a sua esposa dentro da casa deles, que também acabou destruída. “Os membros do RSS invadiram a casa, espancaram os dois e arrastaram-nos para fora”, diz o God Reports.

Ataques dessa natureza revelam a importância da Igreja Cristã permanecer em constante oração pelos cristãos perseguidos, muitos dos quais atuam em regiões remotas do planeta e sem qualquer auxílio de grandes organizações.





Gospel Mais

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here